Maio Amarelo | Detran/SE já se prepara para o Maio Amarelo
23068
post-template-default,single,single-post,postid-23068,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-13.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.4,vc_responsive

Detran/SE já se prepara para o Maio Amarelo

Em reunião realizada na sede do Departamento de Trânsito de Sergipe (Detran/SE), foi definida a data de abertura do Maio Amarelo em Sergipe (SE): será no dia 02 de maio, às 17h, na Praia Formosa, bairro 13 de julho.

A diretora-presidente do Detran/SE, Luciana Déda, também representante da Associação Nacional dos Detrans (AND), reforça a necessidade desse esforço. “Temos que estar todos juntos para mudar essas estatísticas. De acordo com o Observatório de Segurança Viária (OSV), 90% dos acidentes de trânsito são decorrentes de escolhas arriscadas de motoristas e pedestres. O Brasil está ranqueado em quinto lugar, conforme o Relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), em número de mortes dessa natureza. Então, essa mobilização que já está em sua 6ª edição é, na verdade, um estímulo para que todos os condutores optem em ter um trânsito cada vez melhor”.

Participaram da reunião a diretora-presidente do Detran/SE, Luciana Déda, e seus assessores Lacerda Júnior (EPTran), Gláukia Suiene (COAT) e o conselheiro Estadual de Trânsito, Fabrício Alcântara; o representante do Maio Amarelo no Estado, Ismael Andrade; inspetor Queiroz (PRF); soldado PM Bárbara (BPRv); tenente Oliveira (subcomandante da CPTran); SAMU, através do médico Carlos Oliveira e o enfermeiro Ronei Barbosa; SEST/SENAT, Carol Amorim; a especialista em Trânsito, Selma Dantas; a Secretaria de Saúde do Estado, Karla Anacleto; Projeto Vida no Trânsito (PVT), Leny Silva e a Guarda Municipal de Aracaju, Sabrina Smith.

 Este ano, o Maio Amarelo tem como tema “No Trânsito, o Sentido é a Vida”, e a reunião agrega esforços para combater os altos índices de acidentes de trânsito. O representante do Maio Amarelo, Ismael Andrade ressalta a importância dessa reunião. “Essa união que envolve todos os órgãos de trânsito do Estado faz com que a gente mobilize outros parceiros e população para somar esforços em prol da diminuição dos acidentes de trânsito. Essa bandeira de paz no trânsito deve ser levantada e eu, à frente do Fórum de Dirigentes de Trânsito, iremos também intensificar esse trabalho no interior do Estado, com parceria entre as cidades, sempre uma colaborando com a outra. Enfim, vamos fazer um brilhante trabalho nesse movimento amarelo”.

O Movimento Maio Amarelo estimula a participação de todas as esferas sociais e instituições ligadas ao trânsito para discussão de conscientização e melhorias, devido aos altos índices de acidentes, engajando-se em um trânsito mais seguro.

Sem comentários

Escreva um comentário